Preços de fábrica !

Forro Acustico

Forro Acustico em Lã de Pet

Em qualquer ambiente fechado com algum tipo de fonte emitindo sons (seja uma pessoa falando ou maquinas), as ondas sonoras, com tendência a irem para cima, vão se deparar com o teto e logo criarão reflexões por todo o ambiente, o que chamamos de reverberações ou ecos.
A função do forro acustico é absorver essas reverberações do ambiente para gerar conforto, qualidade sonora e bem estar, afim de promover um ambiente mais agradável para se trabalhar ou viver.
Quanto mais espessas forem as placas, maior poder elas terão para absorção e maior será a absorção e percepção sonora do ambiente.

Como mencionado, as ondas sonoras tendem a subir. Então, o teto é sempre o melhor e principal local para se revestir...no minimo uns 80% dele para um resultado sensitivo.
O forro acustico não é responsável por isolar a entrada ou saida do som dos ambientes, visto ela não ter massa fisica e densidade o suficiente para isso. Mas ele pode ser usado como complemento final de uma obra para ajudar na redução em cerca de 02 dB do ambiente e melhorar a percepção sonora do local.

A linha ecológica de Forro Acustico Sonique Ecoline é fabricada com lã de pet antichama de alta densidade (50 Kg/m³) proveniente da reciclagem de garrafas pet sem a adição de resinas ou qualquer tipo de aglomerante, produzidas por meio de processos sustentáveis, livres da utilização de água. É 100% reciclável, podendo ser descartada diretamente no lixo comum reciclável, contribuindo assim para as pontuações LEED e ACQUA em edificações sustentáveis no critério Materiais e Recursos (MR).

Suas características proporcionam elevada absorção sonora além de um excelente isolamento térmico. Não amarela, não é afetada pela umidade, não mofa e nem deteriora com o tempo, além de ser hipoalergênica (não coça) não sendo prejudicial à saúde. É antichamas auto-extinguível, classificação II-A da IT-10 do Corpo de Bombeiros do estado de SP em conformidade com Decreto Estadual do Estado de SP 63.911 como II-A-D conforme norma ABNT NBR 16626.
Os produtos ecológicos têm como maior preocupação a preservação da biodiversidade, ou seja, a cadeia produtiva é pensada de forma a não gerar desequilíbrio no ecossistema.

A finalidade desse material é proporcionar conforto acustico interno, ou seja, melhorar as condições sonoras dentro de um ambiente.

O alvo é a proteção do ambiente ao redor, na retirada de matéria-prima e a produção e disposição de resíduos. Assim, a fábrica pode instalar filtros nas chaminés e extrair recursos naturais da região com o máximo de cuidado para não prejudicar a fauna e a flora locais.
Dessa forma, nomenclaturas como ecológico, verde e sustentável surgiram para designar diferentes cuidados das empresas que fazem os produtos.
Os produtos verdes são cercados por mais preocupações, além de não prejudicar o ecossistema. A empresa busca também produzir com mais eficiência energética, reduzir o desperdício de água e não gerar problemas para o consumidor. A proposta é minimizar os impactos provocados na natureza pelo ciclo produtivo e envolve, além do ecossistema, a economia de recursos.
O comprador também é priorizado, pois a ideia é a de que a mercadoria não provoque efeitos negativos no consumidor. Assim, são substâncias sempre atóxicas, livres de materiais pesados e facilmente processadas ao serem descartadas no meio ambiente.